Tamanho do texto

Compromisso da francesa em continuar reformas do FMI foi fundamental para a escolha, segundo o ministro Mantega

Ministra francesa Christine Lagarde e Guido Mantega
AP
Ministra francesa Christine Lagarde e Guido Mantega
O Brasil confirmou nesta terça-feira a decisão de apoiar a ministra francesa Christine Lagarde na disputa pela chefia do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse que o compromisso de Lagarde em continuar as reformas do FMI foi fundamental para a escolha de quem apoiar.

O cargo está sendo disputado desde que o então diretor-geral do Fundo Dominique Strauss-Kahn renunciou, no mês passado, após denúncias de crime sexual.

Tradicionalmente, o posto é ocupado por um europeu, mas cresceram os pedidos, principalmente entre emergentes, para que a escolha seja baseada no mérito e não na nacionalidade.

Leia ainda:

- Apoio do Brasil a Lagarde está condicionado ao aprofundamento das reformas do FMI

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.