Tamanho do texto

Pedido de investigação foi feito pela Tramontina em dezembro do ano passado

selo

A Secretaria de Comércio Exterior (Secex) do Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior abriu investigação para apurar denúncias de prática de dumping nas exportações da China para o Brasil de talheres de aço inoxidável. O pedido de investigação foi feito pela Tramontina em dezembro do ano passado.

Segundo o ministério, é considerada prática de dumping quando uma empresa exporta para o Brasil um produto a preço inferior àquele que pratica nas vendas para o seu mercado interno. Desta forma, a diferenciação de preços já é por si só considerada prática desleal de comércio.

Segundo o relatório da Secex, publicado hoje no Diário Oficial da União, o período analisado para identificar indícios de dumping nas exportações desses produtos foi de julho de 2009 a junho de 2010. A Secex identificou que a diferença entre o valor do produto no mercado chinês e o preço de exportação é de US$ 35,74 por quilo.

A Secretaria ainda constatou que a entrada dos produtos chineses no Brasil contribuiu substancialmente para a redução das vendas da indústria doméstica no mercado nacional. A queda nas vendas só não foi maior porque a indústria nacional deprimiu seus preços.

Há ainda em curso uma outra investigação solicitada pela Tramontina. Desde dezembro, a Secex apura a prática de dumping nas exportações de panelas da China e da Índia para o Brasil.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.