Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) encerrou as negociações desta quarta-feira com uma valorização de 0,85%, o Ibovespa fechou o pregão a 35.296 pontos. O dólar registrou uma valorização de 3,47%, a R$ 2,475. A cotação é a mais elevada desde 2005.

Após uma quarta-feira de altos e baixos, a Bovespa fechou mais um dia no positivo. Os dados negativos da economia global, e mesmo a confirmação de 1,3 mil demissões na Vale, não reduziram as operações dos investidores no mercado interno, o que resultou na manutenção dos ganhos na Bolsa paulista.

Os números desta quarta indicam um cenário de incertezas na Bovespa. Os investidores ainda buscam reflexos dos números apresentados pelas economias interna e externa, que a cada relatório divulgado indicam novas perdas devido à crise financeira global, para definirem suas operações.

Dólar

A moeda norte-americana registrou mais um pregão de alta ante o real e fechou a quarta-feira com uma valorização de 3,47%, cotada a R$ 2,475. O patamar é o mais elevado desde 2005. O volume financeiro total somou US$ 2,676 bilhões.

O resultado desta quarta ampliou o ganho do dólar ante o real para 9,18% desde quinta-feira da semana passada. Para tentar frear essa elevação, o Banco Central ofertou dólares no mercado à vista no período da manhã. Mas as vendas não se mostraram suficientes para conter a elevação.  

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.