Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Bolsa de Valores de São Paulo (Bovespa) pode dar continuidade aos ganhos da sessão de ontem. Tal indicação é dada pelo Ibovespa futuro, negociado na Bolsa de Mercadorias e Futuros (BM & F).

Há pouco, o contrato com vencimento em dezembro aumentava 0,64%, somando 39.300 pontos.

Possibilidade de valorização também se desenha em Wall Street, onde os investidores aguardam a votação do plano de resgate às montadoras norte-americanas no Senado. Na noite de ontem, os deputados aprovaram o pacote que prevê US$ 14 bilhões para o setor, mas ainda há resistência entre os senadores.

Na agenda de indicadores do dia, atenção para os pedidos por seguro-desemprego e para o índice de preços de importação nos EUA.

Mais relevante para o mercado brasileiro, o preço das commodities segue valorizando, com destaque para o petróleo.

Na Europa, as compras voltaram a ganhar força seguindo a sinalização de pregão positivo em Nova York. Em Londres, o FTSE-100 recuperou as perdas da manhã e, há pouco, subia 0,96%. Em Frankfurt, o Xetra-DAX ganhava 0,07%.

Na sessão de ontem, o forte desempenho das ações da Petrobras, Vale e siderúrgicas impulsionou um aumento de 2,73%, para o Ibovespa, que fechou aos 39.004 pontos, maior patamar em um mês. O giro financeiro foi elevado, totalizando R$ 4,99 bilhões.

Em Nova York a quarta-feira também foi de valorização. Depois de um breve período de instabilidade no período da tarde, as compras se firmaram e houve alta de 0,81% no Dow Jones e de 1,17% no Nasdaq.

A maior parte dos mercados asiáticos encerrou a quinta-feira em território positivo.

(Eduardo Campos | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.