Tamanho do texto

SÃO PAULO - Depois de uma manhã com um grande volume de vendas e a divulgação dos números de vagas de trabalho fechadas nos EUA, a Bolsa de Valores de São Paulo, que seguiu no negativo em grande parte desta sexta-feira, inverteu sua tendência e fechou com uma valorização de 0,63%. O Ibovespa encerrou o pregão na casa dos 35.347 pontos. O volume financeiro foi de R$ 3,5 bilhões.

No acumulado da semana, o saldo foi negativo da Bolsa de Valores de São Paulo é negativo em 3,41%. O porcentual é reflexo de um período de grande volatilidade nos negócios, além de uma série de indicadores e notícias negativas vindas dos EUA e da Europa.

Voltando ao pregão desta sexta, a Bovespa seguiu a virada registrada a virada de humor de Wall Street, que registra um ganho de 3,34% no Dow Jones e de 3,80% na bolsa eletrônica Nasdaq.  

Câmbio

Após acompanhar o dólar chegar a R$ 2,600 nesta sexta-feira, o Banco Central decidiu injetar dólares no mercado e, com essa operação, reduzir a valorização da moeda ante o real. No final do dia, a divisa norte-americana encerrou as negociações em queda de 1,12%, cotada a R$ 2,480. 

Para conter a elevação, o Banco Central realizou cinco leilões nesta sexta-feira. Em sua primeira intervenção, o BC vendeu o dólar a R$ 2,535. Logo em seguida, em uma nova ação para conter a valorização, a oferta foi de R$ 2,548. Foram ofertados 10 mil contratos, mas o mercado tomou 7,8 mil. No total, o volume financeiro foi de US$ 374,9 milhões.



(Com informações do Valor Online e Agência Estado)

Leia também

Para saber mais

Serviço 

Opinião

    Leia tudo sobre: bovespa
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.