Tamanho do texto

SÃO PAULO - As principais bolsas europeias tinham alta nesta terça-feira, em linha com o avanço no mercado americano observado ontem. Os agentes levam em consideração a aprovação da proposta de reforma do sistema de saúde dos Estados Unidos, dados sobre inflação no Reino Unido e os acontecimentos que dizem respeito à endividada Grécia.

O índice anual de preços ao consumidor no Reino Unido (IPC), medida usada para a meta de inflação oficial, subiu 3% em fevereiro, taxa essa menor do que a verificada um mês antes, de 3,5%. Já o índice de preços ao varejo (RPI, na sigla em inglês), medida mais antiga de inflação na Grã-Bretanha e que é usada para corrigir benefícios estatais, aumentou 3,7% nos 12 meses encerrados em fevereiro, denotando estabilidade perante o início deste ano.

Os negócios estão sendo influenciados também pela divulgação de balanços de empresas. Há pouco, o londrino FTSE-100 tinha alta de 0,39%, aos 5.666 pontos. Já em Frankfurt, o DAX registrava valorização de 0,18%, para 5.997 pontos. O CAC-40, de Paris, tinha um ganho de 0,42%, somando 3.944 pontos.

O grupo de seguro e investimentos Legal & General era uma das companhias cujos papéis tinham valorização nesta sessão, após divulgar um lucro líquido em 2009 melhor do que o estimado por alguns analistas.

Cairn Energy, empresa de exploração de petróleo, avançava 10%. VT Group tinha alta de mais de 5% há pouco, depois de o Babcock International informar que vai comprar a empresa por 1,3 bilhão de libras.

(Karin Sato | Valor, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.