Tamanho do texto

As Bolsas de Nova York abriram sem direção comum hoje após a divulgação da pesquisa da Automatic Data Processing/Macroeconomic Advisers (ADP/MA), que mostrou o corte de 169 mil vagas de trabalho no setor privado dos Estados Unidos em novembro, acima da previsão de analistas, que era de eliminação de 150 mil. Às 12h32 (de Brasília), o Dow Jones caía 0,12%, o Nasdaq subia 0,14%, enquanto o S&P 500 cedia 0,05%.

A pesquisa da ADP antecede o dado oficial sobre o mercado de trabalho nos Estados Unidos (payroll), a ser anunciado nesta sexta-feira. "Não há dúvida de que o ritmo de perdas de emprego desacelerou-se, mas o caminho para ganhos saudáveis no mercado de trabalho ainda é infelizmente longo", disse o estrategista de ações Peter Boockvar, da Miller Tabak. "E, para que se comece a ver uma queda sustentável da taxa de desemprego, precisamos ver de 125 mil a 150 mil novas vagas de trabalho por mês", acrescentou.

Passada a ADP, o único dado relevante da agenda macroeconômica dos EUA de hoje é o relatório semanal de estoques de petróleo e derivados da semana passada. No front corporativo, Merck caía 1,08% no pré-mercado em Wall Street, após a Roche afirmar que seu medicamento contra a diabetes é mais eficaz que o Januvia, da Merck. McDonald's cedia 0,31%. Na última terça-feira, seu diretor de operações, Ralph Alvarez, disse que vai se aposentar por motivos de saúde. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.