Tamanho do texto

As Bolsas de Dubai e Abu Dhabi operavam em baixas expressivas nesta terça-feira, pelo segundo dia consecutivo, com retrocessos de 6,25% e 5,91% respectivamente.

A queda acontece apesar do anúncio pelo conglomerado público Dubai World de uma reestruturação de algumas empresas, incluindo a gigante imobiliária Nakheel.

A Bolsa do Kuwait, segunda em termos de capitalização do mundo árabe depois da Arábia Saudita, também abriu em baixa, de 1,8%.

No Qatar, a queda da Doha Securities Market (DSM) era de 9% na abertura.

Dubai e Abu Dhabi tiveram uma "segunda-feira negra" (-7,3% em Dubai e -8,3% em Abu Dhabi), no primeiro dia útil após o anúncio pelas autoridades de Dubai da intenção de solicitar uma moratória de seis meses para a dívida do Dubai World.

at/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.