Tamanho do texto

Após as fortes perdas da véspera, os mercados asiáticos passaram para o campo positivo nesta terça-feira. Fatores internos de cada país e a alta em Wall Street contribuíram para os bons resultados.

Após as fortes perdas da véspera, os mercados asiáticos passaram para o campo positivo nesta terça-feira. Fatores internos de cada país e a alta em Wall Street contribuíram para os bons resultados.

Na Bolsa de Hong Kong, depois de cair 3,4% nas duas sessões anteriores, o mercado fechou em alta, estimulado pelas expectativas sobre os resultados do primeiro trimestre da gigante China Mobile. O índice Hang Seng subiu 218,21 pontos, ou 1%, e terminou aos 21.623,38 pontos.

Já a Bolsa de Xangai, na China, apresentou estabilidade, novamente com a cautela dos investidores sobre as recentes medidas do governo para conter a especulação no mercado imobiliário. O índice Xangai Composto baixou apenas 0,03% e encerrou aos 2.979,53 pontos. Por sua vez, o índice Shenzhen Composto ganhou 0,3% e terminou aos 1.179,28 pontos.

O yuan se valorizou em relação ao dólar por conta da demanda dos exportadores pela moeda chinesa e por especulações de que a China possa permitir que a moeda se fortaleça mais nos próximos dias continua longe no horizonte. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8254 yuans, de 6,8268 yuans do fechamento de segunda-feira.

Em linha com os demais mercados da região, a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou alta moderada. O índice Taiwan Weighted subiu 0,6% e fechou aos 7.900,42 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, fechou em alta. O índice Kospi cresceu 0,8% e fechou aos 1.718,03 pontos.

Na Austrália, a Bolsa de Sydney apresentou pequena elevação, com o índice S&P/ASX200 crescendo 0,2%, fechando aos 4.925,80 pontos.

Na Bolsa de Manila, nas Filipinas, o índice PSE caiu 1,8% e encerrou aos 3.147,50 pontos. Novamente a ansiedade gerada pela proximidade das eleições de 10 de maio retraiu o mercado.

A Bolsa de Cingapura teve alta, ajudada pelos ganhos nas demais bolsas regionais e por procura por barganhas no mercado local após dois dias de declínios. O índice Straits Times ganhou 0,7% e fechou aos 2.981,37 pontos.

O índice composto da Bolsa de Jacarta, na Indonésia, subiu 1,8% e fechou aos 2.891,27 pontos, liderado por ações de bancos uma vez que diminuíram as preocupações sobre as repercussões sobre o caso de fraude do Goldman Sachs.

O índice SET da Bolsa de Bangcoc, na Tailândia, avançou 5,43% e fechou aos 765,76 pontos, uma vez que os investidores, atraídos pelas ações baratas, avançaram nas mais desvalorizadas.

O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur, na Malásia, avançou 0,7% e fechou aos 1.335,90 pontos, com compras de papéis em oferta após recentes perdas, liderados por ações de tecnologia. As informações são da Dow Jones