Tamanho do texto

O pânico tomou conta dos mercados asiáticos, no rastro da histórica queda verificada em Wall Street. Os investidores continuaram temerosos com a perspectiva de uma recessão global prolongada.

A Bolsa da Indonésia ficou fechada pelo segundo dia seguido. Não houve negócios em Taiwan por ser feriado. A Bolsa de Hong Kong seguiu ainda o embalo dos demais mercados regionais e teve o pior fechamento em quase três anos. Todas as 42 blue chips apresentaram queda. O índice Hang Seng perdeu 1.146,37 pontos, ou 7,2%, e terminou aos 14.796,87 pontos.

Já as Bolsas da China fecharam em baixa pelo sexto pregão seguido. Para analistas, mais do que a crise externa, os investidores estão preocupados com a redução nas exportações chinesas. O índice Xangai Composto caiu 3,6% e encerrou aos 2.000,57 pontos - o índice teve perdas de 12,8% na semana. E o Shenzhen Composto perdeu 5,5% e terminou aos 531,43 pontos. Yuan - Uma semana de volatilidade para o yuan terminou com a moeda se desvalorizando ante o dólar para aproximar-se da paridade central, a qual o banco central manteve imutável pela quarta sessão para manter a estabilidade em meio à turbulência no mercado cambial. No mercado de balcão, o dólar fechou cotado em 6,8357 yuans, de 6,8205 yuans do fechamento de quinta-feira.

O mercado sul-coreano teve o pior resultado em mais de dois anos. O índice Kospi, da Bolsa de Seul , fechou em queda de 4,1% e encerrou aos 1.241,47 pontos. A Bolsa de Manila , nas Filipinas, terminou com a sétima baixa consecutiva. Com moderado volume de negociações, o índice PSE Composto caiu 8,3% e encerrou aos 2.097,80 pontos. Por sua vez, a Bolsa de Sydney , na Austrália, fechou em queda pela terceira sessão seguida. Com forte volume de negociações, o índice S&P/ASX 200 caiu 8,3%, aos 3.960,7 pontos.

A Bolsa de Cingapura atingiu o mais baixo nível desde setembro de 2004 com a instabilidade financeira global e a confirmação de que a cidade-Estado está em recessão. O índice Straits Times tombou 7,3% e fechou aos 1.948,33 pontos. A Bolsa tailandesa não escapou ilesa ao pânico que varreu os mercados acionários ao redor do mundo. O índice SET da Bolsa de Bangcoc despencou 9,6% e fechou aos 451,96 pontos, menor pontuação desde junho de 2003. O índice composto de cem blue chips da Bolsa de Kuala Lumpur caiu 3,6% e fechou aos 934,01 pontos, nível jamais visto antes de 2006. As informações são da Dow Jones

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.