Tamanho do texto

As bolsas asiáticas seguiram em elevação nesta quarta-feira. O noticiário favorável que veio do Oriente Médio, com a redução dos temores sobre a crise de débito do Dubai World, e dos Estados Unidos, com os bons resultados em Wall Street, manteve o otimismo dos investidores.

_CSEMBEDTYPE_=inclusion&_PAGENAME_=economia%2FMiGComponente_C%2FConteudoRelacionadoFoto&_cid_=1237575246626&_c_=MiGComponente_C

Em Hong Kong, o índice Hang Seng fechou com elevação de 0,8%, aos 22.289,57 pontos. A mineradora de ouro Zijin Mining registrou ganho de 3,4% e a Zhaojin Mining subiu 6,8%.

As Bolsas da China fecharam em alta pelo terceiro pregão seguido, lideradas pelas ações de bancos e de imobiliárias. O Xangai Composto subiu 1,1% e encerrou aos 3.269,75 pontos. Já o Shenzhen Composto avançou 1,3% e terminou aos 1.228,24 pontos.

A Bolsa de Tóquio fechou em alta com o forte rali de terça nas bolsas de Nova York e a esperança de que medidas monetárias adicionais do Banco do Japão (BOJ, banco central) possam pelo menos impedir uma forte valorização do iene por enquanto. O índice Nikkei 225 ganhou 36,74 pontos, ou 0,4%, para 9. 608,94 pontos, liderado pelos setores siderúrgico e automotivo.

Já a Bolsa de Taipé, em Taiwan, apresentou ligeira alta, alavancada pelas ações de LCD, com os investidores continuando a antecipar a consolidação do setor. O Taiwan Weighted subiu 0,4% e encerrou aos 7.677,62 pontos.

A Bolsa de Seul, na Coreia do Sul, estendeu os ganhos pelo terceiro dia consecutivo. O índice Kospi avançou 1,4%, para 1.591,63 pontos. As ações da Posco saltaram 1,6% com a expectativa de aumento dos lucros no ano que vem.

Na Austrália, o índice S&P/ASX 200 da Bolsa de Sydney fechou com alta de 0,9%, aos 4.762,4 pontos. Empresas de matérias-primas, de energia e bancos lideraram os ganhos. BHP Billiton subiu 1,4% e Rio Tinto saltou 3%.

Nas Filipinas, o índice PSEi da Bolsa de Manila avançou 0,71% e fechou aos 3.119,0 pontos, o maior nível desde fevereiro do ano passado.

Leia mais sobre: mercados

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.