Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas européias fecharam com trajetórias divergentes nesta jornada, influenciadas em parte pela queda de preços de commodities, que prejudicaram os papéis de mineradoras e petroleiras. Pelo lado positivo, a desvalorização do euro em relação ao dólar tem favorecido a recuperação de ações de empresas exportadoras da região.

O FTSE-100, de Londres, fechou com queda de 0,77%, aos 5.454 pontos. Em Frankfurt, o DAX terminou com alta de 0,06%, aos 6.446 pontos. O CAC 40, de Paris, encerrou aos 4.453 pontos, com ganho de 0,74% em relação ao último pregão.

Em Londres as ações da Anglo American fecharam em baixa de 6,43% e as da BP encerraram com recuo de 2,18%. Ao mesmo tempo, o recuo dos preços do petróleo influenciaram positivamente as ações de companhias aéreas como a Ryanair, que subiram 7,85% na bolsa londrina. Em Paris, os papéis da Air France ganharam 4,82%
Na bolsa alemã, o destaque ficou com o setor farmacêutico. As ações da Stada Arzneimittel ganharam 12% após notícias de que a companhia estaria sendo alvo de propostas de compra.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.