Tamanho do texto

SÃO PAULO - As bolsas européias ensaiaram uma recuperação nesta quinta-feira, mas encerraram em trajetórias divergentes. Apesar de novos dados ruins da economia global, ganhos de empresas da região equilibraram o humor dos agentes.

O FTSE-100, de Londres, fechou em baixa de 0,31%, aos 4.169 pontos. Já o DAX, de Frankfurt, subiu 0,62%, para 4.649 pontos. Em Paris, o CAC 40 fechou aos 3.269 pontos, com valorização de 1,10%.

Em meio a novas projeções de retração nas maiores economias do mundo, feitas pela Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE), o mercado também recebeu novos dados mostrando que a Alemanha já está tecnicamente em recessão.

Com a forte baixa verificada nos últimos dias, os agentes monitoraram também alguns bons resultados corporativos, que permitiram ganhos em Frankfurt e Paris. Na bolsa alemã, as ações da Siemens subiram 4,65% após a empresa reportar prejuízo de 2,47 bilhões de euros no último trimestre, mas reforçar expectativa de lucro para 2009. Também subiram as ações da BMW, com alta de 6,6%.

O Produto Interno Bruto (PIB) da Alemanha caiu 0,5% em termos ajustados no último trimestre, perante o segundo trimestre deste ano, quando havia recuado 0,4%. A previsão de mercado apontava para uma retração de 0,2% no período.

Também avançaram em Londres as ações da BT Group, após a empresa de telefonia ter anunciado aumento de 18% no lucro trimestral e ter informado corte de 10 mil postos de trabalho. Os papéis da companhia fecharam com aumento de 8,89% na bolsa londrina.

Ainda assim, as ações da Icap perderam 10% após rebaixamento da recomendação dos papéis pelo Morgan Stanley, com expectativas de diminuição das receitas da empresa no ano que vem.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.