Tamanho do texto

O último pregão de novembro na Bovespa foi volátil, assim como nas Bolsas norte-americanas. Mas isso não impediu que o resultado acumulado no mês passado fosse positivo, perfazendo o quinto mês consecutivo de ganhos à Bolsa paulista.

O Ibovespa terminou ontem em baixa de 0,06%, aos 67.044,44 pontos, mas fechou novembro com ganho de 8,94% e, em 2009, acumula +78,55%.

Nos EUA, os números da Black Friday, data que marcou o início das vendas de final de ano, não foram grande coisa e nem mesmo a perspectiva de a Cyber Monday registrar recorde de vendas deu fôlego às bolsas. Já o índice de atividade dos gerentes de compras de Chicago subiu de 54,2 em outubro para 56,1 em novembro, superando a previsão de analistas, de queda para 53,5. Assim, o Índice Dow Jones subiu 0,34%, enquanto o S&P500 avançou 0,38% e o Nasdaq, 0,29%.

Em dia de formação da ptax (taxa média do dólar à vista ponderada pelo volume de negócios), o dólar no balcão ganhou 0,63%, cotado a R$ 1,7540. A ptax de venda terminou em alta de 0,36%, a R$ 1,7505. Os juros futuros avançaram em meio à perspectiva de que o aumento da Selic pode ser maior e mais rápido que o previsto. A taxa de julho de 2010 ficou em 9,15%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas