Tamanho do texto

La Paz, 26 abr (EFE).- O Governo de Evo Morales anunciou hoje que redigirá junto aos sindicatos operários do país o projeto de uma nova Lei Geral do Trabalho na Bolívia.

La Paz, 26 abr (EFE).- O Governo de Evo Morales anunciou hoje que redigirá junto aos sindicatos operários do país o projeto de uma nova Lei Geral do Trabalho na Bolívia. Em entrevista coletiva, o vice-presidente do país, Álvaro García Linera, disse que uma comissão mista trabalhará "do zero, artigo por artigo" o projeto da nova norma. "Nos dias seguintes serão formas comissões e em função do consenso com os operários e unificação de critérios vamos construir os projetos de lei que depois podem ser levados para a consideração da Assembleia Legislativa Plurinacional", detalhou. O vice-presidente acrescentou que esta será a primeira vez que a Bolívia terá um código de trabalho "criado" a partir das classes trabalhadoras. Esclareceu que as minutas de um suposto projeto de lei que foram citados pelos meios de comunicação são desconhecidas pelo Governo, cujo objetivo é elaborar a norma com os setores sociais. O setor privado expressou sua preocupação porque nas versões conhecidas do suposto projeto de lei se estabelecem vários novos bônus para os trabalhadores que podem deixar de incentivar os investimentos produtivos. O presidente da Câmara Departamental de La Paz, Mario Yaffar, disse à imprensa no fim de semana que a informação divulgada nos meios de comunicação paralisou novos projetos de empresas, apesar de há uma oferta de créditos com taxas de juros reduzidas nos bancos. EFE vs/pb
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.