Tamanho do texto

SÃO PAULO - A Boeing continua enfrentando problemas com a produção do avião 787 Dreamliner e, por isso, pode ser obrigada a atrasar o primeiro vôo da aeronave para o início do ano que vem. O programa do jato já está atrasado em mais de um ano, após três anúncios de mudança no cronograma, causados principalmente por dificuldades com fornecedores.

Agora, a expectativa é que o primeiro avião pronto para vôo só deverá ser finalizado em meados de outubro. Assim, o vôo inaugural teria de ser adiado, no mínimo, para o fim de dezembro ou - mais provavelmente - para janeiro de 2009.

Por enquanto, porém, a Boeing não alterou oficialmente seu cronograma para o primeiro teste operacional da aeronave. Ainda assim, durante o Show Aéreo de Farnborough (Inglaterra) em julho, o gerente geral do programa do 787, Pat Shanahan, afirmou à imprensa especializada que estava comendo as margens do cronograma para manter o cronograma do primeiro vôo, marcado para o fim do ano. À época, ele culpou problemas com a certificação do sistema de freios da aeronaves e outras dificuldades com fornecedores.

Sinto que isso está tão complicado quanto colocar o homem na lua, disse ele, ainda que tenha afirmado estar confiante de que não haveria mais atrasos no programa. A primeira entrega, segundo a Boeing, está mantida para o terceiro trimestre, quando um 787 será enviado à All Nippon Airlines (ANA).

(José Sergio Osse | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.