Tamanho do texto

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou, nesta quarta-feira, memorando de entendimento com uma entidade japonesa voltada à orientação de investimentos no exterior, o JOI (Instituto japonês para investimentos no exterior, na sigla em inglês). De acordo com nota publicada pelo banco de fomento brasileiro, o objetivo da parceria com o Japão não é somente incrementar as relações econômicas, mas estabelecer mudança qualitativa e agenda mais ambiciosa.

RIO - O Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) assinou, nesta quarta-feira, memorando de entendimento com uma entidade japonesa voltada à orientação de investimentos no exterior, o JOI (Instituto japonês para investimentos no exterior, na sigla em inglês). De acordo com nota publicada pelo banco de fomento brasileiro, o objetivo da parceria com o Japão não é somente incrementar as relações econômicas, mas estabelecer mudança qualitativa e agenda mais ambiciosa. Para ir além dos setores ligados a recursos naturais, o presidente do BNDES, Luciano Coutinho, mencionou tecnologia de informação e indústria automobilística, como áreas em que os dois países deveriam ampliar sua cooperação. Também indicou, como um ponto convergente, a prioridade dada aos investimentos em inovação, mas com foco em sustentabilidade. "Devemos nos preparar para uma nova era de cooperação entre Brasil e Japão", afirmou. O JOI faz uma pesquisa tradicional sobre investimentos. O levantamento mais recente, que ouviu cerca de 600 empresas, colocou o Brasil como o sexto destino preferencial para a realização de investimentos por companhias japonesas. O Brasil ficou em primeiro lugar entre os países de fora da Ásia e apareceu na frente de parceiros japoneses tradicionais, como Estados Unidos e México. (Juliana Ennes | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.

    Notícias Recomendadas