Tamanho do texto

O presidente do grupo alemão BMW, Norbert Reithofer, mostra-se otimista com o desempenho de sua empresa, apesar da crise financeira que sacode o mundo. Ele mantém as previsões de vendas.

"Todos vêem só nuvens negras.

Mas também esses acabarão se retirando", disse Reithofer ao jornal alemão Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung. Ele lembra que a empresa continua apresentando crescimento de dois dígitos na venda de veículos tanto na China como na Rússia.

No início do ano, a BMW anunciou o corte de 8,1 mil empregos. "À vista do sucedido no mundo nas últimas quatro semanas, ficou claro que isso foi a nossa virada". As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.