Tamanho do texto

Metade do montante será destinada a projetos relativos à Copa do Mundo de 2014; restante será direcionado à União e aos Estados

selo

Presidente do BID, Luis Alberto Moreno
Edgar Alberto Domínguez Cataño/Divulgação
Presidente do BID, Luis Alberto Moreno
O presidente do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID), Luis Alberto Moreno, informou na tarde de hoje que a instituição disponibilizará entre US$ 4 bilhões a US$ 6 bilhões (de R$ 6,3 bilhões a R$ 9,5 bilhões) para a realização de investimentos no Brasil nos próximos quatro anos. Desse total, a metade será destinada a projetos relacionados à Copa do Mundo de 2014 . O restante será aplicado em diversos projetos do governo federal e dos Estados. Moreno esteve hoje no Palácio do Planalto, onde foi recebido pela presidente Dilma Rousseff.

Em entrevista após o encontro, ele disse que discutiu com Dilma a realização de projetos que poderão contar com a parceria do BID. Ele citou o "Brasil sem Miséria", lançado recentemente pelo governo. O banco poderá atuar na capacitação de técnicos e equipes do programa.

Moreno e Dilma também discutiram a possibilidade de construção de estradas ligando os países sul-americanos e projetos de saneamento básico, turismo e educação no Nordeste. Em 2011, o BID estima que investirá US$ 2 bilhões no Brasil.

Leia mais:

- Para presidente do BID, Brasil será primeiro mundo em uma década
- País antecipará pagamentos ao Banco Mundial e ao BID
- "Esta deve ser a década da América Latina", diz BID

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.