Tamanho do texto

O chefe-adjunto do Departamento Econômico do Banco Central (BC), Túlio Maciel, anunciou hoje que a instituição revisou para baixo sua projeção oficial de crescimento das operações de crédito em 2010. A estimativa, que previa expansão de 20%, foi reduzida para 19%.

"É uma mudança marginal", minimizou, em entrevista à imprensa.

Segundo ele, a alteração da previsão de crescimento foi resultado das mudanças das condições macroeconômicas, o que afeta a projeção feita pelo modelo econométrico adotado pela instituição. "Rodamos o modelo mês a mês. É natural termos ajustes", disse.

Mesmo com a revisão feita pelo BC sobre o ritmo de crescimento dos financiamentos, a autoridade monetária manteve a previsão de que a participação do crédito no Produto Interno Bruto (PIB) atinja 48% no fim deste ano. No primeiro mês de 2010, o porcentual estava em 44,6%.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.