Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Banco Central se manteve ausente do mercado de câmbio pelo segundo dia consecutivo. Ontem, pela primeira vez desde outubro do ano passado, a autoridade monetária não comprou dólares no mercado à vista, sinalizando certo desconforto com a taxa, que operava acima de R$ 1,820.

Segundo analistas, a não atuação do BC reforça a visão de que boa parte da alta do dólar tem um componente especulativo, com os agentes aproveitando o ambiente externo desfavorável para formar posições contra o real.

(Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.