Tamanho do texto

Por Wayne Cole SYDNEY (Reuters) - O banco central da Austrália elevou os juros básicos pelo recorde de três meses consecutivos nesta terça-feira, afastando as taxas ainda mais dos patamares vistos durante a crise em meio à recuperação mais avançada da economia em relação a outros países.

O Reserve Bank of Australia (RBA) subiu as taxas de juros em 25 pontos básicos, para 3,75 por cento, e chamou os seus três aumentos de ajuste material, mas não ofereceu detalhes sobre outras medidas.

"A única diferença é a menção de que o ajuste das taxas é material", disse David de Garis, economista sênior do National Australia Bank. "Isso pode sugerir que eles estão mais próximos do ponto inicial para parar."

Para ele, o banco central deve subir os juros ainda em fevereiro e março, dada a força da economia e o ainda baixo nível das taxas de juros. O RBA não tem reunião de política marcada para janeiro.

O presidente do BC australiano, Glenn Stevens, afirmou repetidamente que reduziu muito as taxas de juros por medo de uma crise econômica, e que agora que a economia está se recuperando, esse estímulo não é mais necessário.

"Três altas em três meses não me parece tão gradual", disse Brian Redican, economista sênior da Macquarie.

"A julgar pelas suas medidas, esse é um banco central que pensa que as taxas estão muito baixas e que pretende aumentá-las", acrescentou. "As pessoas devem esperar outra mudança em fevereiro."

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.