Tamanho do texto

Setores de extração de minerais metálicos e produtos químicos concentraram 73% dos ingressos de IED em setembro

selo

O forte ingresso de investimento estrangeiro direto (IED) no Brasil, no mês passado, foi liderado por grandes volumes vindos da Áustria e da Suíça. Juntos, eles responderam por 69% dos dólares que ingressaram como capital produtivo no País.

Dados divulgados hoje pelo Banco Central (BC) mostram ainda que os setores de extração de minerais metálicos e produtos químicos concentraram 73% dos ingressos de IED em setembro.

Por país, o IED de setembro foi liderado com folga pela Áustria. O pequeno país europeu respondeu por US$ 2,6 bilhões em IED no mês passado ou 49% do volume. Já a Suíça foi a origem de US$ 1,06 bilhão ou 20% do total.

Por setor, a extração de minerais metálicos foi o destino de US$ 2,6 bilhões ou quase metade dos dólares que ingressaram no Brasil no mês passado.

Outro segmento em destaque é o de produtos químicos, que recebeu US$ 1,18 bilhão ou 22,6% dos dólares.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.