Tamanho do texto

Nova York, 23 dez (EFE).- O barril de Petróleo Intermediário do Texas (WTI, leve) caiu hoje 2,3% e fechou a US$ 38,98 em Nova York, após se confirmar a contração da economia dos Estados Unidos no terceiro trimestre e à espera de novos dados sobre as reservas de petróleo no país.

Ao final do pregão na Bolsa Mercantil de Nova York (NYMEX), os contratos do WTI para entrega em fevereiro caíram US$ 0,93 e fecharam em queda pela oitava sessão consecutiva.

O WTI se mantém a menos de US$ 40 pelo quarto pregão consecutivo no NYMEX, apesar de na semana passada a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) ter decidido diminuir em 2,2 milhões de barris diários sua cota de produção a partir de janeiro.

Os preços da gasolina e do gasóleo de calefação também estenderam a tendência de queda do início da semana, enquanto o gás natural subiu mais de 8% a respeito da segunda-feira.

Os contratos de gasolina para janeiro fecharam a US$ 0,856 por galão (3,78 litros), US$ 0,03 a menos que no dia anterior.

O gasóleo de calefação para esse mês caiu US$ 0,02 e fechou a US$ 1,327 por galão.

O gás natural para entrega em janeiro subiu US$ 0,44 e fechou a US$ 5,73 por mil pés cúbicos.

O encarecimento do gás natural, após quatro sessões em queda, coincidiu hoje com a conversão do Fórum de Países Exportadores de Gás (GECF) em uma organização internacional que coordenará a extração, transporte e venda desse combustível.

O Departamento de Comércio dos EUA confirmou hoje que a atividade econômica contraiu 0,5% entre julho e setembro, e os economistas prevêem que a contração será ainda maior nos últimos três meses deste ano.

Esse panorama faz temer uma maior queda da demanda de petróleo e combustíveis neste país, que é o maior consumidor em nível mundial.

O galão de gasolina era vendido hoje a um preço médio de US$ 1,65, comparado ao US$ 1,92 um mês atrás e aos US$ 2,97 de há um ano, segundo dados divulgados diariamente pela associação automotiva AAA, a maior neste país. EFE vm/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.