Tamanho do texto

Londres, 12 mar (EFE).- Um deputado britânico apresentou hoje uma moção parlamentar para retirar o título de sir do banqueiro Fred Goodwin, considerado responsável de levar à ruína o Royal Bank Of Scotland (RBS).

Martin Salter, do governista Partido Trabalhista, acredita que Goodwin, conhecido por sua frieza ao cortar gastos, deve perder a distinção por ter se negado a devolver parte da pensão vitalícia anual de 703 mil libras (759.240 euros).

A moção proposta perante a Câmara dos Comuns, assinada, por enquanto, por 20 deputados trabalhistas, expressa "indignação" e pede a retirada do título "para preservar a integridade do sistema de concessão de honras".

Goodwin, de 50 anos, foi o arquiteto da estratégia que levou aos problemas financeiros do banco escocês, um dos mais afetados pela crise.

De fato, o "RBS", no qual o Estado possui participação de 70%, anunciou em fevereiro que, em 2008, registrou perdas de 24,137 bilhões de libras (27,274 bilhões de euros), as maiores da história empresarial britânica. EFE pa/db

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.