Tamanho do texto

SÃO PAULO - Quatro diretores do banco suíço UBS deixaram a instituição, que sofreu fortes perdas em conseqüência da crise do setor financeiro dos Estados Unidos. Stephan Haeringer, Rolf Meyer, Peter Spuhler e Lawrence Weinbach deixarão seus assentos no conselho em outubro, antes da reunião de acionistas marcada para esse mês. As substituições serão anunciadas pelo UBS no momento oportuno, antes da assembléia.

O UBS nomeou o vice-presidente do Conselho, Sergio Marchionne, para o posto recém-criado de diretor independente sênior. Marchionne, que dirige a montadora italiana Fiat, atuará como um elo entre os investidores e o conselho.

As mudanças vieram no momento em que o banco implementa mudanças em sua estrutura de governança corporativa, que engloba, por exemplo, uma separação clara dos papéis e responsabilidades do conselho e da administração sênior do UBS.

(Juliana Cardoso | Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.