Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Banco Mundial projeta que a economia global irá encolher 1,7% este ano, a primeira contração desde a Segunda Guerra Mundial. A estimativa é pior do que aquela feita três meses atrás, quando o organismo previa crescimento econômico mundial de 0,9% em 2009.

O presidente da entidade, Robert Zoellick, alertou que este ano será "perigoso" e notou que a superação dos desafios depende de um "espírito de inovação seguido pela ação".

Ele revelou nesta terça-feira a intenção de lançar um fundo de US$ 50 bilhões para ajudar o comércio internacional. Falando dois dias antes da reunião do G-20, em Londres, Zoellick manifestou a expectativa de que o grupo apoie a ideia do fundo.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.