Tamanho do texto

Toronto (Canadá), 21 out (EFE).- O Banco do Canadá (autoridade monetária) reduziu a taxa básica de juros em 0,25 ponto e deixou a taxa interbancária em 2,25% e a de desconto em 2,5%, e afirmou que a economia americana já está em recessão.

O Banco do Canadá é uma das primeiras instituições a utilizar o termo "recessão" para qualificar a situação da economia americana.

"A economia mundial parece estar encaminhada a uma suave recessão, dirigida por uma economia americana, já em recessão", afirmou o Banco do Canadá.

A instituição não descartou novas reduções "para alcançar o objetivo de uma inflação de 2% no médio prazo".

O banco central canadense afirmou hoje que "as enfraquecidas perspectivas da demanda mundial aumentarão o peso sobre a economia canadense através das exportações. Os preços reduzidos das matérias-primas também moderarão as perspectivas".

A autoridade monetária avaliou em 0,6% o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) real canadense tanto para 2008 quanto para 2009.

Para 2010, o número deve ficar em 3,4%.

"O banco espera que o crescimento seja lento durante o primeiro trimestre do próximo ano, para depois se recuperar durante o resto de 2009 e acelerar acima do crescimento potencial em 2010, apoiado pela melhora das condições creditícias", acrescentou.

Sobre a inflação, o Banco do Canadá calcula que alcançará o ponto mais alto no terceiro trimestre do ano, cairá abaixo de 1% em meados de 2009 e voltará para 2% no final de 2010. EFE jcr/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.