Tamanho do texto

Sydney (Austrália), 23 out (EFE).- O Banco Central da Nova Zelândia cortou hoje as taxas de juros em um ponto, para 6,5%, como reação à crise financeira global e com o objetivo de estimular o lento crescimento econômico do país.

"Esperamos uma queda das exportações e restrições ao crédito. Os consumidores e empresários serão mais cautelosos e, em alguns casos, restringirão a despesa", disse o governador do banco, Alan Bollard.

A baixa do preço do dinheiro é a maior empreendida pela entidade desde 1999, segundo Bollard.

A entidade já tinha reduzido as taxas de juros em setembro. Os analistas esperam que a decisão reanime a economia neozelandesa, que oficialmente entrou em recessão este ano. EFE mg/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.