Tamanho do texto

SÃO PAULO - O Banco Central (BC) realizou há pouco o segundo leilão do dia para compra de dólares no mercado à vista de câmbio. Com as atuações, a autoridade monetária tenta conter a depreciação do dólar, que testa nova mínimas para o no abaixo de R$ 1,730.

SÃO PAULO - O Banco Central (BC) realizou há pouco o segundo leilão do dia para compra de dólares no mercado à vista de câmbio. Com as atuações, a autoridade monetária tenta conter a depreciação do dólar, que testa nova mínimas para o no abaixo de R$ 1,730. De acordo com comunicado do Departamento de Operações de Reservas Internacionais (Depin), a operação teve início às 14h57 e terminou às 15h07. A taxa aceita ficou em R$ 1,7309. Há pouco, a moeda era transacionada a R$ 1,727 na compra e R$ 1,729 na venda, queda de 1,31%. Já no mercado futuro, o contrato de maio, negociado na BM & F, também caía 1,31%, a R$ 1,729. O primeiro leilão aconteceu por volta das 12 horas, e a taxa de corte foi de R$ 1,7328. Vale lembrar que no dia 15 de abril, o BC também fez dois leilões de compra, algo que não acontecia desde julho de 2007. (Eduardo Campos | Valor)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.