Tamanho do texto

BRASÍLIA - O Balanço de Pagamentos do país registrou déficit de US$ 8,609 bilhões no mês passado, no pico da crise financeira internacional. Na ocasião, as transações correntes apresentaram déficit de US$ 1,507 bilhão.

A conta de capital e financeira ficou negativa em US$ 8,293 bilhões. A conta de erros e omissões acabou positiva em US$ 1,191 bilhão.

A título de comparação, em outubro de 2007, o Balanço de Pagamentos foi superavitário em US$ 4,252 bilhões, informou o Banco Central (BC).

De janeiro a outubro deste exercício, o superávit é de US$ 15,350 bilhões, inferior aos US$ 77,996 bilhões de saldo positivo verificado em mesmo período de 2007.

O Balanço de Pagamentos contabiliza a conta de transações correntes (balança comercial, conta de serviços e transferências) e a conta de capital e financeira. Esta última contabiliza também as transferências de patrimônio, além de empréstimos e financiamentos de todas as modalidades, desembolsos de curto, médio e longo prazo e amortizações. Além disso, são descontados erros e omissões do balanço.

(Azelma Rodrigues | Valor Online)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.