Tamanho do texto

Frankfurt (Alemanha), 30 out (EFE).- O organismo supervisor dos mercados financeiros alemães, o BaFin, deu sinal verde à participação das seguradoras no plano de resgate do banco hipotecário Hypo Real Estate.

Uma porta-voz da associação de seguradoras (GDV) informou hoje sobre a decisão do BaFin, que considerou "um procedimento de supervisão normal".

O Governo alemão convidou as companhias de seguros, junto com outros bancos no final de setembro a participar do plano de resgate do Hypo Real Estate, já que as seguradoras tinham investido altas somas de dinheiro nesta entidade, fundamentalmente em títulos respaldados por dívida.

Dos 50 bilhões de euros (US$ 66 bilhões) previstos para resgatar o Hypo Real Estate, a seguradoras assumirão 2,3 bilhões de euros, divididos em uma garantia de cerca de 1,5 bilhão de euros e em obrigações no valor de 900 milhões de euros.

Segundo a porta-voz da GDV, as 24 seguradoras membros desta associação assinaram o primeiro lance de ajuda de 450 milhões de euros.

O segundo lance, também de 450 milhões de euros, será assinado fundamentalmente pelas seguradoras que mais investiram no Hypo Real Estate, entre elas Allianz, Münchener Rück, HUK-Coburg e Debeka. EFE cv/an

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.