Tamanho do texto

SÃO PAULO - A taxa de desemprego da França aumentou pela primeira vez em mais de dois anos. Segundo os dados divulgados nesta quinta-feira pelo centro oficial de estatística do país, o desemprego foi de 7,7% no terceiro trimestre, índice maior do que os 7,6% registrados no trimestre anterior.

Diversas empresas francesas já anunciaram cortes de funcionários, como medida de redução de custos diante da turbulências do mercado global.

Para tentar amenizar essa situação, o presidente da França, Nicolas Sarkozy, já havia anunciado em novembro a liberação de 20 bilhões de euros para um fundo soberano, na tentativa de proteger as empresas mais estratégicas do país.

(Vanessa Dezem | Valor Online com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.