Tamanho do texto

Resultado do índice que acompanha setor de manufatura reforça temores sobre o ritmo da desaceleração da economia chinesa

selo

O índice preliminar HSBC dos gerentes de compras (PMI, na sigla em inglês) sobre a atividade no setor de manufatura da China caiu para seu menor nível em 11 meses em junho, a 50,1, indicando que o segmento praticamente não cresceu nesse mês e reforçando os temores sobre o ritmo da desaceleração da economia chinesa. O índice estava em 51,6 em maio. Leituras abaixo de 50 indicam contração da atividade, enquanto acima de 50 apontam expansão.

 O economista chefe do HSBC na China, Hongbin Qu, disse que os temores de um pouso forçado da economia chinesa são exagerados, já que o atual nível do índice PMI é coerente com um crescimento na produção industrial de cerca de 13%.

 "A demanda está esfriando em consequência das medidas de restrição de liquidez tomadas pelo governo e do enfraquecimento dos mercados externos. Esse fator somado ao atual processo de redução dos estoques das empresas, levou a uma desaceleração do crescimento da produção", disse Hongbin. "A boa notícia é que as pressões inflacionárias começaram a diminuir significativamente em junho, com a queda na demanda". As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.