Tamanho do texto

Madri, 13 abr (EFE).- A associação de jogadores de futebol da Espanha (AFE, na sigla em espanhol) anunciou hoje que não convocará a greve prevista para o próximo final de semana em todas as categorias do futebol do país.

Madri, 13 abr (EFE).- A associação de jogadores de futebol da Espanha (AFE, na sigla em espanhol) anunciou hoje que não convocará a greve prevista para o próximo final de semana em todas as categorias do futebol do país. A decisão foi tomada hoje após um acordo hoje entre o sindicato, o Conselho Superior de Esportes, a Federação Espanhola de Futebol e a Liga de Futebol Profissional. O secretário de Estado para o Esporte espanhol, Jaime Lissavetzky, anunciou o acordo alcançado após quase duas horas de reunião com todas as partes. O documento permitirá o pagamento da dívida da temporada passada com os jogadores da terceira divisão espanhola (4,1 milhões de euros) e aumentar o fundo de garantia salarial desta categoria de 300 mil euros para um milhão de euros. O Conselho Superior de Esportes se comprometeu a modificar um decreto sobre apostas para que a Federação Espanhola de Futebol obtenha fundos "para cobrir necessidades do futebol não profissional", o que garantirá o pagamento de um milhão de euros da dívida com os jogadores da terceira divisão. A quantidade restante será garantida pela Federação Espanhola de Futebol, que também acordou com a AFE um calendário de pagamentos para liquidar a dívida que mantém com o sindicato, calculada em 6,8 milhões de euros. EFE omm/bba
    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.