Tamanho do texto

Receitas e contribuições atingiram R$ 71,534 bilhões, 7,18% maior do que registrado em maio do ano passado

selo

A arrecadação das receitas e contribuições federais atingiu o valor recorde para o mês de maio de R$ 71,534 bilhões, segundo os dados da Receita Federal divulgados hoje. O resultado representa uma queda real (deflacionado pelo IPCA) de 16,39% ante abril, mas é 7,18% maior do que registrado em maio do ano passado.

O resultado ficou dentro do intervalo esperado pelos analistas ouvidos pelo AE Projeções, de R$ 67,60 bilhões a R$ 74,87 bilhões e superou a mediana, de R$ 70,800 bilhões. No acumulado de janeiro a maio, a arrecadação totalizou R$ 382,883 bilhões, alta real de 10,69% em relação aos cinco primeiros meses do ano passado.

O crescimento da arrecadação no acumulado do ano tem perdido fôlego, segundo os dados da Receita. O recolhimento de tributos começou o ano com uma alta de 15,34% em janeiro ante janeiro de 2010, diminuiu a 13,01% no acumulado do primeiro bimestre e passou a 11,96% nos três primeiros meses. Até abril, o avanço da arrecadação foi de 11,51% e, agora, no acumulado dos cinco primeiros meses, passou a 10,69% em relação ao mesmo período do ano passado.