Tamanho do texto

O número um mundial do aço, ArcelorMittal, cortará 2.400 postos de trabalho em sua fábrica americana de Burns Harbor (Indiana, nordeste dos EUA) na primeira quinzena de janeiro, devido à queda da demanda de aço, informou nesta terça-feira um porta-voz da empresa.

"Anunciamos aos sindicatos que pode haver 2.400 demissões", afirmou, confirmando informações antecipadas pela imprensa.

"A medida deve ser efetivada na segunda quinzena de janeiro", acrescentou. "É o resultado da situação econômica atual", comentou.

"Estas medidas fazem parte de uma redução da produção da ordem de 40% na América do Norte", ou seja, pouco mais da redução de 35% anunciada em meados de novembro para o conjunto das fábricas do grupo no mundo, destacou o porta-voz.

A ArcelorMittal empregava no final de 2007 cerca de 35.500 pessoas na América do Norte. O grupo não pôde precisar o número de funcionários que possui nos Estados Unidos.

ggy/lm

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.