Tamanho do texto

Um trem com resíduos radioativos, procedentes da França e com destino à Alemanha, chegou nesta segunda-feira a Dannenberg, com mais de 14 horas de atraso pelas manifestações antinucleares que marcaram a viagem do material.

O comboio, com 11 contêineres de dejetos altamente radioativos, entrou na estação de Dannenberg-Leste 14 horas e 23 minutos depois do previsto, segundo a polícia Lunebourg.

Quase 1.000 manifestantes estavam no local a partir de onde os recipientes deveriam seguir viagem em caminhões até o destino final, a central de armazenamento de Gorleben, a 20 km de Dannenberg.

Durante o fim de semana, milhares de militantes antinucleares se mobilizaram para protestar contra o comboio e tentar impedir a passagem do mesmo. Os manifestantes construíram barricadas sobre as vias, atearam fogo e entraram em confronto com a polícia, o que deixou vários feridos dos dois lados.

O trem partiu na sexta-feira da cidade francesa de Valognes com 123 toneladas de resíduos nucleares alemães reprocessados na França. No sábado permaneceu bloqueado por mais de 12 horas na fronteira franco-alemã por três ecologistas alemães, que prenderam os braços em um bloco de cimento sob os trilhos.

Depois que a polícia liberou a ferrovia, o comboio seguiu viagem. Os demais protestos dos manifestantes não conseguiram interromper o percurso.

A maior mobilização aconteceu em Gorleben, cidade de apenas 680 habitantes, ao lado do centro de armazenamento de resíduos radioativos. Uma manifestação pacífica reuniu no sábado mais 14.000 pessoas, segundo a polícia.

ab/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.