Tamanho do texto

Tóquio, 27 jan (EFE).- A corretora japonesa Nomura Holdings anunciou hoje uma perda líquida recorde de 342,9 bilhões de ienes (US$ 3,8 bilhões) entre outubro e dezembro passados, trimestre no qual concluiu a compra da divisão asiática do Lehman Brothers.

As perdas antes de impostos da entidade japonesa nesse período foram de 399,5 bilhões de ienes (US$ 4,4 bilhões), segundo informou hoje a companhia.

Entre outubro e dezembro de 2007, a Nomura Holdings tinha registrado um lucro líquido de 21,8 bilhões de ienes (US$ 242 milhões).

A Nomura se viu especialmente afetada pela compra do Lehman após a quebra do banco de investimento americano e pela difícil situação econômica mundial.

Depois da quebra do Lehman em setembro, a firma japonesa adquiriu as divisões asiática, europeia e do Oriente Médio do banco de investimentos americano.

"O último trimestre foi fora do normal para nosso setor e a Nomura não foi uma exceção", apontou em comunicado Kenichi Watanabe, presidente e diretor-executivo do grupo financeiro japonês.

"No entanto, nossa posição financeira continua sendo forte e estamos vendo os resultados da integração de nossa extensa plataforma de clientes no Japão com a franquia internacional do Lehman", ressaltou. EFE clb/rr

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.