Tamanho do texto

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deve anunciar hoje as estimativas de reservas do Poço Libra, que está sendo perfurado no pré-sal da Bacia de Santos

selo

A Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) deve anunciar hoje as estimativas de reservas do Poço Libra, que está sendo perfurado no pré-sal da Bacia de Santos. Segundo fontes, a expectativa é de que seja a maior descoberta já anunciada no País, superior a Tupi, da Petrobras, podendo chegar a 12 bilhões de barris.

"Minha expectativa é que amanhã (hoje) teremos novidades", afirmou ontem o diretor-geral da ANP, Haroldo Lima, em rápida entrevista após a cerimônia no Rio que comemorou o início da produção de petróleo na plataforma Cidade de Angra dos Reis, instalada no Campo de Tupi. Lima não quis, porém, dar detalhes sobre o anúncio, alegando que a agência necessitava analisar as últimas informações.

A dois dias do segundo turno das eleições, o anúncio da ANP fecha uma semana intensa em eventos no setor de petróleo. Só a Petrobras promoveu duas inaugurações, uma delas com presença do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, e dois anúncios de patrocínios a projetos sociais e ambientais, provocando críticas sobre o uso eleitoral da empresa. "Não tem nada a ver", respondeu a diretora da ANP, Magda Chambriard, quando questionada se havia relação entre o anúncio do tamanho de Libra e as eleições.

Segundo Lima, até o final da análise dos dados, a ANP mantém o cenário moderado elaborado há dois meses pela consultoria Gaffney, Cline & Associates (GCA), que projeta reservas em até 7,9 bilhões de barris. A própria GCA, porém, tem um cenário otimista no qual aponta até 16 bilhões de barris. Segundo fontes, é possível que o anúncio da ANP fique entre 8 e 12 bilhões de barris. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo .

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.