Tamanho do texto

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) estabeleceu cinco reajustes para distribuidoras de energia

selo

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou hoje cinco reajustes para distribuidoras. Para a Companhia Campolarguense de Energia (Cocel), o índice de aumento médio foi de 2,34%. O impacto para os consumidores de baixa tensão é de 2,78%, e de 1,89% para alta tensão. Os reajustes entrarão em vigor a partir do dia 24 de junho. A concessionária atende 40.713 unidades consumidoras no Paraná.

Foram aprovados aindamodificações para três concessionárias que atendem o interior do Rio Grande do Sul: Muxfeldt Marin e Companhia Ltda. (Mux Energia); Centrais Elétricas de Carazinho S/A (Eletrocar); e Hidroelétrica Panambi S/A (Hidropan).

Para a Mux Energia, o efeito médio do reajuste será de 6,26% (6,46% para baixa tensão e 6,04% para alta tensão); para a Eletrocar foi autorizado 4,6% (4,99% para baixa tensão e 3,52% para alta tensão), e para a Hidropan 7,65% (7,63% para baixa tensão e 7,68% para alta tensão). As novas tarifas entrarão em vigor no dia 29 de junho de 2010.

A Aneel aprovou também reajuste médio de 2,8% para a Companhia Força e Luz do Oeste (CFLO), com sede na cidade de Guarapuava (PR). Para os consumidores de baixa tensão, o impacto será de 3,18% e para alta tensão, 2,2%. A nova tarifa entrará em vigor no dia 29 de junho para 49.787 unidades consumidoras.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.