Tamanho do texto

Aquisições vão exigir um investimento de US$ 250 bilhões disse o vice-presidente de vendas da Boeing para a região

A América Latina vai demandar 2.500 novos aviões comerciais até 2032 para expandir a frota atual e repor jatos antigos, disse nesta terça-feira um executivo da Boeing.

As aquisições vão exigir um investimento de US$ 250 bilhões disse o vice-presidente de vendas da Boeing para América Latina, África e Caribe, Van Rex Gallard, durante a feira aérea FIDAE em Santiago.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.