Tamanho do texto

SÃO PAULO - A forte demanda observada na América Latina proporcionou à Monsanto bater seu recorde de vendas e lucro durante o primeiro trimestre fiscal de 2009, encerrado em 30 de novembro último. Diante do resultado, a companhia informou que está elevando suas projeções para o lucro por ação no acumulado do presente exercício, de um patamar entre US$ 4,20 e US$ 4,40 para algo ao redor de US$ 4,40 a US$ 4,50.

Entre outubro e novembro, a Monsanto registrou receita líquida de US$ 2,649 bilhões, o que representa um crescimento de 29,3% em relação ao mesmo período de 2007. Já o lucro líquido mais que dobrou, passando de US$ 256 milhões (US$ 0,46 por ação) para US$ 556 milhões (US$ 1 por ação).

"A crescente demanda de fazendeiros por nossa tecnologia nos permitiu apresentar tamanho avanço nos lucros ao mesmo tempo em que mantivemos plenamente os investimentos em nosso plano de pesquisa e desenvolvimento", disse o presidente da Monsanto, Hugh Grant.

"Nossa operação na América Latina, mais uma vez, mostrou sua força e deu mais um passo para um grande ano fiscal de 2009, dando-nos confiança para aumentar nossas projeções de lucro a ajudando-nos a dar outro passo em direção ao cumprimento de nossas metas para o resultado bruto em 2012", completou o executivo.

(Valor Online, com agências internacionais)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.