Tamanho do texto

Tóquio, 1º dez (EFE).- O Banco do Japão (BOJ) convocou hoje uma reunião de emergência de seu comitê monetário após pressões do Governo para que tome medidas para combater a deflação e as recentes valorizações do iene frente ao dólar.

A reunião extraordinária do órgão que coordena as ações do banco começou às 14h no horário local (3h de Brasília) e, segundo a imprensa japonesa, um comunicado deve ser publicado às 16h30 locais (5h30 pelo horário de Brasília).

É incomum que o BOJ convoque reuniões de emergência de seu comitê monetário, cujo próximo encontro estava previsto para os dias 17 e 18 deste mês.

Segundo um comunicado do Banco do Japão, a reunião de hoje debaterá "assuntos de controle monetário, baseados nos eventos econômicos e financeiros recentes".

A convocação da reunião provocou alta do índice Nikkei da Bolsa de Tóquio, após abertura em baixa, e uma queda da moeda local frente ao dólar, que hoje valia cerca de 87 ienes, contra 84 da última sexta-feira.

Estava previsto ainda para esta semana um encontro entre o primeiro-ministro japonês, Yukio Hatoyama, e o presidente do Banco do Japão, Masaaki Shirakawa, para avaliar a situação econômica e analisar possíveis medidas de resposta.

O Japão saiu no segundo trimestre deste ano de sua pior recessão após a Segunda Guerra Mundial, mas a recuperação ainda está ameaçada pela deflação e pela forte dependência das exportações, afetadas pela oscilação do iene. EFE psh/fm/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.