Tamanho do texto

Pequim, 16 - Apesar de rumores no mercado de que a China pode comprar mais milho de áreas produtoras do leste chinês, em uma quantidade que chegaria a 10 milhões de toneladas, analistas acreditam que o aumento dos preços do cereal reduz a probabilidade de o plano ser implementado. Se o país não começar a comprar milho até meados de março, é improvável que compre durante o resto do ano safra 2008/09 (que termina em setembro) porque não haveria muito milho no mercado, segundo um analista da consultoria Shanghai JCI.

"O governo está esperando para ver se ainda é um período apropriado para comprar mais milho, já que os preços começaram a subir após o feriado do Ano Novo Lunar", disse um analista da Chicorn Network. As informações são da Dow Jones.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.