Tamanho do texto

Washington, 20 jan (EFE).- O sindicato United Auto Workers (UAW), majoritário nas fábricas da Chrysler, apoiou hoje a aliança entre o fabricante americana e a Fiat, porque oferece novas oportunidades.

O presidente do sindicato, Ron Gettelfinger, afirmou em comunicado que a aliança anunciada hoje "oferece à Chrysler novas oportunidades para competir no mercado americano e no mercado global".

O acordo anunciado permitirá à Chrysler produzir nos Estados Unidos veículos da Fiat. Em troca, a italiana receberá 35% do conjunto de acionistas do Grupo Chrysler.

"À medida que o setor do automóvel dos Estados Unidos sofre um processo de reestruturação, esta aliança passa a ter potencial para preservar um amplo leque de possibilidades para os consumidores americanos, assim como preservar trabalhos industriais com bons salários em nossas comunidades", acrescentou Gettelfinger. EFE crd/mh

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.