Tamanho do texto

Segundo as organizações, no ano passado a receita dos agricultores diminuiu 50%, após ter caído 30% no ano anterior

Milhares de agricultores produtores de cereais franceses invadiram Paris nesta terça-feira com seus tratores em protesto pela queda de suas receitas e pela preocupação em relação ao futuro da Política Agrária Comum (PAC), o que ameaça perturbar o trânsito na capital francesa.

Cerca de dez mil agricultores, segundo os sindicatos que convocaram a manifestação, se dirigem a Paris para uma passeata pelas ruas a bordo de aproximadamente 1.200 tratores, que devem percorrer algumas das principais ruas da cidade.

Procedentes de diferentes regiões do país, os agricultores foram chegando na segunda-feira à região parisiense, onde passaram a noite em casas de colegas que vivem na capital. Logo que foi reunido o cortejo, os agricultores se dirigiram pela manhã rumo à capital, o que provocou perturbações no tráfego nas principais vias de entrada na cidade.

Convocados por quatorze federações regionais e apoiados pelo principal sindicato agrícola, a FNSA, os agricultores pedem "medidas concretas e imediatas" perante a crise de receita sofrida por conta da estagnação dos preços. A causa da queda na receita é a redução dos preços dos cereais, que não foi compensada com boas colheitas. Com as reivindicações, o governo assegura que estudará medidas de apoio ao setor agrícola no contexto de um plano de desenvolvimento global que deve ser pactuado com seus vizinhos europeus.

O ministro da Agricultura, Bruno Le Maire, por sua parte, não descartou ajudas pontuais para enfrentar as oscilações dos preços dos cereais.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.