Tamanho do texto

A empresa de produtos esportivos Adidas vai suprimir 300 empregos da marca Reebok nos Estados Unidos e América Latina, anunciou um porta-voz da companhia.

O objetivo é fazer com que a Reebok, que tem dificuldades há algum tempo, seja "mais rentável", em especial "pela conjuntura atual", afirma um comunicado do grupo.

A Adidas tem mais de 37.000 funcionários em todo o mundo e, segundo o comunicado, este número permanecerá estável em 2009.

Recentemente o grupo alemão se viu obrigado a abandonar as metas de resultados para este ano pela redução da demanda.

Agora a empresa se limita a apresentar uma progressão do volume de negócios e do lucro líquido, mas não apresenta números.

Antes, a Adidas chegou a prever um aumento do volume de negócios de 8% a 9%, além de um crescimento de dois dígitos do lucro líquido.

laf/fp

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.