Tamanho do texto

FRANKFURT (Reuters) - As bolsas de valores da Europa fecharam em alta nesta terça-feira puxadas pelo desempenho da Vodafone, que garantiu o avanço do setor de telecomunicações. Os dados sobre o setor de moradia dos Estados Unidos também contribuíram para a melhora do mercado. O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais ações europeias, encerrou o pregão com valorização de 1,8 por cento, aos 791 pontos, de acordo com dados preliminares, depois de ter caído 0,9 por cento.

O indicador teve desvalorização de 2,4 por cento na sessão anterior e amargou uma perda de 45 por cento em 2008.

Dados mostraram que as vendas pendentes de moradias nos Estados Unidos cresceram em dezembro pela primeira vez desde agosto, impulsionando os mercados nos EUA e na Europa.

"É bom ver que há notícias positivas vindas do mercado imobiliário norte-americano. É estimulante quando os mercados parecem reagir novamente a boas notícias", disse em Bruxelas Philippe Gijsels, estrategista do banco Fortis.

"Embora do lado corporativo as notícias tendem a continuar ruins e nós ainda estamos num mercado pessimista, isso é uma vaga esperança", acrescentou.

O setor telecomunicação foi o que mais se valorizou, à medida que a Vodafone, o maior grupo de telefonia móvel do mundo em vendas, subiu 7 por cento depois que a companhia elevou suas estimativas para este ano e superou suas previsões de receita no terceiro trimestre.

A Deutsche Telekom e a France Telecom também subiram 5,41 por cento e 4,24 por cento, respectivamente.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 2,13 por cento, a 4.164 pontos.

Em Frankfurt, o índice DAX avançou 2,43 por cento, para 4.374 pontos.

Em Paris, o índice CAC-40 subiu 1,79 por cento, para 2.982 pontos.

Em Milão, o índice Mibtel encerrou em alta de 1,10 por cento, a 14.093 pontos.

Em Madri, o índice Ibex-35 registrou alta de 1,56 por cento, para 8.361 pontos.

Em Lisboa, o índice PSI20 teve alta de 0,57 por cento, para 6.373 pontos.

(Reportagem de Christoph Steitz)

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.