Tamanho do texto

PARIS - As bolsas de valores da Europa fecharam o pregão desta sexta-feira em alta, na esteira dos ganhos dos índices acionários dos Estados Unidos, à medida em que os investidores ignoraram os dados mensais de emprego norte-americanos e compraram ações de bancos e mineradoras, que vinham sofrendo nos últimos dias.

O índice FTSEurofirst 300, que acompanha as principais ações europeias, teve alta de 1,7% , para 824 pontos, acumulando valorização de 4% na semana.

Dados divulgados nesta sexta-feira mostraram que os empregadores norte-americanos cortaram 598 mil empregos em janeiro, maior redução em 34 anos, levando a taxa de deseprego a subir para 7,6% , em um sinal de um aprofundamento da desaceleração econômica.

"Os mercados, de certa forma, já contabilizaram que a primeira metade de 2009 será ruim para o emprego, mas nós vamos precisar ver logo algumas evidências de que o estímulo fiscal está tendo efeito", disse Martin Slaney, diretor de derivativos da GFT Global Markets, em Londres.

Os papéis de bancos avançaram, com Royal Bank of Scotland subindo 9 por cento e Deutsche Bank ganhando cerca de 6%.


As ações de companhias mineradoras estiveram entre as maiores altas, impulsionadas pelos preços de metais, a partir das expectativas de uma recuperação da demanda. Os ativos da Xstrata avançaram 6 por cento e os da Anglo American exibiram alta de 6,2%.


Também apresentando valorização, as ações do grupo de bens de luxo LVMH saltaram 13 %, após a companhia ter divulgado resultados que tranquilizaram investidores.

Apesar do rali de sexta-feira, o principal índice de ações europeu acumula queda de 0,9% em 2009, após ter afundado 45% no ano passado, atingido pela crise de crédito que levou a economia global a um declínio acentuado e forçou os governos a resgatar várias instituições financeiras.

Em Londres, o índice Financial Times fechou em alta de 1,49%, a 4.291 pontos. O índice DAX, de Frankfurt, avançou 2,97% , para 4.644 pontos. Em Paris, o CAC-40 subiu 1,84% , para 3.122 pontos.

O Mibtel, de Milão, encerrou com avanço de 2,11%, a 14.673 pontos. Assim como Madri, onde o índice Ibex-35 registrou valorização de 1,24% , para 8.544 pontos. Em Lisboa , o índice PSI20 teve alta de 1,7% , para 6.458 pontos.

    Faça seus comentários sobre esta matéria mais abaixo.